Bancários acatam proposta feita pela Fenaban e assembleia decidirá pelo fim da greve

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Na madrugada dessa sexta-feira (11), foi apresentada ao Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), uma nova proposta feita pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) que eleva para 8% (aumento real de 1,82%) o índice de reajuste salarial.

Agora, a proposta será levada para às assembleias para ser votada.

O comando de greve está orientando os sindicatos a promover assembleias até segunda-feira (14) e a aceitar a nova proposta, que inclui ainda reajuste de 8,5% do piso salarial (ganho real de 2,29%) e de 10% sobre o valor fixo da regra básica e sobre o teto da parcela individual da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). A proposta também eleva de 2% para 2,2% o lucro líquido a ser distribuído linearmente na parcela adicional da PLR.

As negociações feitas ontem com a Fenaban durararam 16 horas. A compensação dos dias parados será feita de segunda a sexta-feira, até 15 de dezembro, com uma hora extra diária.

Fonte: Redação

OUTRAS NOTÍCIAS