Tempo - Tutiempo.net

BBom tem contas bloqueadas por suspeita de pirâmide financeira

Foi expedida nesta quarta-feira (10) uma liminar pela Justiça Federal que bloqueia as contas da BBom por suspeita de ter constituído uma pirâmidade financeira.
A empresa, que tem cerca de 300 mil associados, é a segunda a ter as transações financeiras suspensas por esse motivo nas últimas 3 semanas. Ao todo, foram congelados R$ 300 milhões e a transferência de quase cem carros, dos quais duas Ferraris, um Rolls Royce e quatro Lamborghinis, segundo o procurador da República Helio Telho, um dos responsáveis pela ação.
A decisão atinge as contas da Embrasystem, que usa os nomes fantasias BBom e Unepxmil, e da BBrasil Organizações e Métodos LTDA, bem como os bens dos sócios proprietários de ambas.
O diretor da BBom, Ednaldo Bispo, afirma não ter tido ainda acesso à decisão, mas nega irregularidades e diz que os pagamentos da empresa aos seus associados continuam normalmente.
Para Telho, da Procuradoria da República em Goiás, a BBom utiliza um esquema de pirâmide disfarçado de venda de serviço de rastreador por satélite pois ganha-se não por comissão de venda de rastreador mas por pessoa que se coloca na rede. Ainda se tem mais uma agravante: a empresa Embrasystem não ter autorização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para comercializar os rastreadores de automóveis. O diretor da empresa afirma que o aval não é necessário.
O aumento expressivo no faturamento da BBom nos últimos meses também chamou a atenção, segundo o procurador da República. A empresa faturava R$ 300 mil no ano passado e em março deste ano foram R$ 100 milhões. “Uma coisa absurda”, afirma.
Segundo o procurador, além da investigação que levou à liminar concedida nesta quarta-feira (10), um inquérito criminal será aberto para apurar a ocorrência de crime contra a economia popular, desenvolvimento clandestino de atividades de telecomunicações, crime contra o consumidor e a ordem econômica, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS