Bolsonaro e Paulo Guedes criam nova CPMF, confirma líder do governo no Congresso

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

A reforma tributária do governo Jair Bolsonaro prevê a criação de um imposto sobre transações com alíquota de 0,2%.

A informação foi confirmada pelo líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO).

Quem movimentar, por exemplo, R$ 1.000, pagará R$ 2. Gomes destacou que não haverá aumento de carga tributária porque o novo tributo seria acompanhado da redução de impostos que incidem em salários de todos os setores da economia.

A ideia é reduzir o pagamento de 20% que as empresas fazem na contribuição previdenciária dos salários dos empregados.

Os empregadores deixariam de recolher R$ 100 bilhões por ano.

Fórum.

O trabalhador está recebendo os bônus pelo seu apoio e voto  Bolsonaro.

OUTRAS NOTÍCIAS