Tempo - Tutiempo.net

CGU inocenta Colbert Martins de conduta irregular no Ministério do Turismo

O deputado federal Colbert Martins Filho (PMDB) foi inocentado pela Controladoria Geral da União (CGU) das acusações de conduta irregular quando exercia a função de secretário nacional de Desenvolvimento de Programas de Turismo, órgão ligado ao Ministério do Turismo.

“A CGU é, reconhecidamente, um órgão sério e esta é a primeira prova da minha inocência”, afirmou o parlamentar.

O peemedebista agora aguarda a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), onde ele e mais 20 são réus do processo que julgará a Operação Voucher, da Polícia Federal (PF), ocorrida em 2011.

Na ação, a PF apurou um esquema de desvio de dinheiro no Ministério do Turismo. Originada a partir de auditorias do TCU, a Operação Voucher resultou na prisão de 36 pessoas, entre servidores da pasta ministerial, empresários e representantes de entidades ligadas ao esquema no Amapá.

As investigações preliminares constataram irregularidades na execução de um convênio de R$ 4,4 milhões entre o ministério e o Ibrasi. A PF estima que ao menos dois terços dos recursos foram desviados pelo esquema de corrupção.

 

Fonte: Assessoria

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS