Críticas feitas por Barbosa provocam tensão entre poderes

As críticas que o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, fez ao Poder Legislativo – de que, no Brasil, os partidos são “de mentirinha” – não foram bem recebidas por parlamentares. Tanto a bancada do governo quanto a da oposição nas duas Casas do Congresso protestaram contra as declarações do ministro. O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), classificou como “falta de respeito” a menção feita ao Congresso. “Uma desrespeitosa declaração como essa não contribui para a harmonia constitucional, que temos o dever supremo de observar. E, com a responsabilidade e maturidade que tenho, não quero nem devo tensionar o relacionamento entre os Poderes”, destacou Alves. Não é a primeira vez que os dois lados se debatem por conta de expressões do presidente do STF ou por decisões tomadas por ambos os lados.
Logo após as declarações de Barbosa, começaram as reações dos parlamentares. O primeiro vice-presidente da Câmara, deputado André Vargas (PT-PR), acredita que as afirmações são “absurdas” e avalia que Barbosa não está à altura do cargo que ocupa. “É um comportamento irresponsável. Ele está apostando em uma crise”, reagiu. “Essas declarações são de alguém que não tem apreço pela democracia brasileira. Aqui, todos foram eleitos. São opiniões de alguém que não tem equilíbrio e não está em condições de presidir o Supremo. Ele é o fator da crise entre os Poderes. Se hoje nós temos uma crise, a causa se chama Joaquim Barbosa”, provocou o petista.
O vice-presidente do Senado, Jorge Viana (PT-AC), avalia que as críticas “não ajudam em nada” na relação entre os Três Poderes. “Seria importante para o país que quem dirige uma instituição ajude a fortalecer a outra. Isso não está ocorrendo.” Já o líder do PSDB na Casa, Aloysio Nunes Ferreira (SP), alerta que sua legenda não é “de mentirinha”. “O meu partido é de verdade. O PSDB é forte e fez bons governos”, disse o tucano.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS