Tempo - Tutiempo.net

Derrotado no campo de batalha e na diplomacia, Zelensky ataca o Brasil

Cúpula pela paz na Ucrânia fracassa

O presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, atacou o Brasil no domingo (16). Ele está desesperado com as derrotas militares e se irritou com o fracasso diplomático do último fim de semana, quando promoveu uma conferência internacional na Suíça sem resultados positivos.

O Brasil não participou da conferência como país membro. O governo brasileiro enviou apenas sua embaixadora com status de observadora ao evento.

Em entrevista coletiva o presidente mencionou o Brasil em suas críticas aos países que não participaram da conferência realizada na Suíça e se recusaram a assinar a declaração do evento, insinuando que o Brasil não adere aos “princípios dos países civilizados”.

As lamúrias de Zelensky relacionadas com a posição do Brasil sobre a guerra na Ucrânia são recorrentes.

Recentemente, em mais uma tentativa de buscar uma saída política para o conflito, o Brasil se juntou à China na defesa da convocação de uma conferência internacional por negociações que conduzam à paz.

A condição para a iniciativa alcançar êxito é a concordância prévia da Ucrânia e da Rússia. A conferência realizada na Suíça no último fim de semana excluiu a Rússia.

Brasil

Lógico que sem a presença do principal envolvido no conflito, não resta dúvida de que seria um fracasso qualquer tentativa de terminar o conflito ou encontrar uma solução para se negociar a paz.

cljornal

OUTRAS NOTÍCIAS