Dilma fez até embaixadinha na inauguração da Fonte Nova

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

A presidente Dilma Rousseff disse nesta sexta-feira (5), que o Brasil é “o país que melhor utilizou o crescimento econômico para elevar o padrão de vida de sua população”. Durante cerimônia de inauguração da Arena Fonte Nova, em Salvador, Dilma falou da diversidade de culturas, raças e religiões encontrada na capital baiana e defendeu as cotas raciais e sociais nas universidades e a luta contra a discriminação.

 

A presidente conheceu as instalações do estádio e chegou a descalçar os sapatos para dar um chute numa bola que estava no centro do campo. O estádio vai receber seis jogos da Copa das Confederações, em junho deste ano, e seis da Copa do Mundo de 2014.

 

Dilma destacou a parceria entre os governos federal, estadual e municipal nos preparativos de Salvador para a Copa que, além da nova arena, terá obras de mobilidade para melhorar as condições de transporte para a população local. “Juntos somos capazes de fazer muito mais e muito melhor e temos responsabilidade perante o povo que nos elegeu”, disse Dilma agradecendo ao governador Jaques Wagner (PT) e ao prefeito Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM).

 

A Fonte Nova custou R$ 591,7 milhões e tem capacidade para 55 mil torcedores, com 5 mil assentos móveis. Do total de investimentos, R$ 323,6 milhões foram financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômica e Social (BNDES) e R$ 268,1 milhões são recursos estaduais. Realizado por meio de parceria público-privada, a gestão do estádio será feita, nos próximos 35 anos, pelas empresas OAS e Odebrecht, que fizeram a obra.

Fonte: Redação

OUTRAS NOTÍCIAS