Tempo - Tutiempo.net

Eduardo Bolsonaro chama Black Lives Matter de “movimento terrorista” e culpa homem negro morto pela polícia

Eduardo Bolsonaro culpa a vítima

 O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho de Jair Bolsonaro, usou suas redes sociais na manhã desta quinta-feira (27) para atacar o movimento antirracista Black Lives Metter, chamado por ele de “movimento terrorista Black Lives Mattar”.

Ele compartilhou teorias da conspiração sobre a morte de George Floyd, homem negro de 46 anos que foi asfixiado por policial branco até a morte no município de Minneapolis, do estado de Minnesota, nos Estados Unidos, atribuindo a culpa à vítima do caso.

Eduardo compartilhou uma série de tuites que apresentam a versão do advogado de um dos policiais cúmplices na morte de George Floyd.

A causa da morte, na postagem, seria overdose.

No entanto, as gravações mostram o homem negro sendo asfixiado por 8 minutos enquanto grita “não consigo respirar”.

“Atenção para esta thread, que revela mais informações sobre a morte de George Floyd (fato que serviu de desculpa para o movimento terrorista Black Lives Mattar iniciar sua onda de destruição dos EUA) ”, publicou Eduardo no Twitter.

Brasil

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS