Fernando Alonso ganha GP da China com tranquilidade e Massa fica em 6º

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Fernando Alonso da Ferrari sai da terceira posição para o primeiro no início da prova; Kimi cruza linha de chegada em segundo, e Vettel quase tira pódio de Hamilton

Fernando Alonso quando usa da palavra esbanja tanta confiança, que é apontado por muitos como prepotente, arrogante. Durante a semana, foi irônico ao dizer que “não dormia direito e perdia os cabelos” com a boa fase do companheiro de Ferrari, Felipe Massa.

No sábado, após obter o terceiro lugar no grid de largada em Xangai, garantiu: não se preocupava com o pole Lewis Hamilton, tampouco com Sebastian Vettel, que largava em nono.

 

Foi um discurso firme, correspondido na pista. O espanhol, definitivamente, se garante. Neste domingo, com uma atuação impecável, ele provou que ninguém seria capaz de tirar sua vitória, muito menos seu sossego.

Ultrapassou Kimi Raikkonen na largada, tomou a ponta de Hamilton três voltas depois e, com um ritmo forte aliado a uma estratégia cirúrgica, não teve problemas para vencer o GP da China.

Foi seu primeiro triunfo na temporada, o 31º na carreira, o que o coloca ao lado do inglês Nigel Mansell como quarto piloto com mais vitórias na história da Fórmula 1, atrás apenas de Michael Schumacher (91), Alain Prost (51) e Ayrton Senna (41).

Raikkonen cruzou em segundo, e a emoção ficou por conta do duelo pelo terceiro lugar. Vettel, que havia apostado em uma estratégia de uma parada a menos que os primeiros colocados do grid, colou em Hamilton na última volta e por poucos metros não tirou o pódio do britânico da Mercedes. Apesar do quarto lugar, o alemão da RBR se manteve na liderança do campeonato, com 52 pontos, três pontos à frente de Raikkonen, e a nove de Alonso.

 

Resultado final do GP da China (56 voltas):

1- Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1h36m26s945
2- Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) – a 10s100
3- Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – a 12s300
4- Sebastian Vettel (ALE/RBR) – a 12s500
5- Jenson Button (ING/McLaren) – a 35s200
6- Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 40s800
7- Daniel Ricciardo (AUS/STR) – a 42s600
8- Paul di Resta (ESC/Force India) – a 51s000
9- Romain Grosjean (FRA/Lotus) – a 53s400
10- Nico Hulkenberg (ALE/Sauber) – a 56s500
11- Sergio Perez (MEX/McLaren) – a 1m03s800
12- Jean-Eric Vergne (FRA/STR) – a 1m12s600
13- Pastor Maldonado (VEN/Williams) – a 1m33s800
14- Valtteri Bottas (FIN/Williams) – a 1m35s400
15- Jules Bianchi (FRA/Marussia) – a 1 volta
16- Charles Pic (FRA/Caterham) – a 1 volta
17- Max Chilton (ING/Marussia) – a 1 volta
18- Giedo van der Garde (HOL/Caterham) – a 2 voltaS

Não completaram

Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – na 22ª volta
Mark Webber (AUS/RBR) – na 16ª volta
Adrian Sutil (ALE/Force India) – na 6ª volta
Esteban Gutierrez (MEX/Sauber) – na 5ª volta

Volta mais rápida: Sebastian Vettel (ALE/RBR) – 1m36s808

 

Fonte: G1/Redação

OUTRAS NOTÍCIAS