Justiça suspende liminar contra terceirização do HGCA

O advogado da Ação Popular que entrou com uma liminar na Justiça contra a plussicização do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), Ronaldo Mendes,  em entrevista ao Programa Jornal da Povo, nesta sexta-feira (7) informou que o Tribunal de Justiça da Bahia em decisão tomada ontem (6), tomou como efeito suspensivo a liminar impetrada na Justiça acatando o argumento do governo do Estado.

 

Para Ronaldo Mendes esta posição só vem a causar prejuízos tanto a funcionários como aos pacientes do Clériston Andrade que não aceitam a terceirização do órgão.

Fonte: Por J. Bezerra e Lizangela Veiga

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS