Lagoa Grande: mais uma reunião de enrolação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Parece que a obra da Lagoa Grande está muito longe de ser concretizada. Dessa feita mais uma reunião, de uma série de cinco encontros, aconteceu nessa segunda-feira (21) na sede da Caixa Econômica Federal na capital baiana e teve as presenças do gerente regional de Governo na Caixa Econômica, Anselmo Cunha, o deputado estadual Zé Neto (PT); o diretor de habitação da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), Ubiratan Cardoso; o assessor da presidência da Conder, Mário Sérgio de Oliveira Batista; o coordenador de obras da Conder, Cássio Antônio Coelho Cerqueira; e a coordenadora da Gerência de Desenvolvimento Urbano (GIDUR) da Caixa Cláudia Maia de Freitas.

A pauta da reunião foi a liberação de recursos para dar continuidade a requalificação deste espaço, importante para a cidade do ponto de vista ambiental e, após as obras, do ponto de vista do lazer. Com mais de R$ 40 milhões depositados na entidade financeira para tocar as obras, problemas relacionados a questões administrativas vem atrasando as obras na Lagoa, que estão em andamento, porém com menos dinamismo do que se esperava.

 

A solução final deve sair na próxima quinta-feira (24), quando, depois de avaliadas as últimas formulações oriundas das exposições do SIAP (Sistema de Informações da Administração Pública) e da Caixa Econômica Federal, haverá o alinhamento conclusivo de todas as questões que têm criado obstáculos para a liberação de grande parte dos recursos, já depositados, para o término das obras.

Conforme o deputado, com a liberação, a obra será entregue, no mais tardar, no mês de abril do ano que vem.

Bem, será que dentro desse orçamento está incluído a realização do esgotamento sanitário? Pois sem ele, não poderá haver recuperação da Lagoa. Outra coisa: estamos fartos de promessas, de obras que não têm fim. Pelo jeito o que nos resta é aguardar, então, até 2014. Tudo pode acontecer, afinal, teremos eleição.

Fonte: Redação

OUTRAS NOTÍCIAS