Mãe suspeita de matar filhas vai passar por avaliação psiquiátrica

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

A corretora suspeita de matar as duas filhas na casa onde viviam será levada na tarde deste domingo (15) para o Hospital da Lapa, onde passará por uma avaliação psiquiátrica. Os corpos das adolescentes, de 13 anos e 14 anos, foram encontrados na tarde de sábado (14), no bairro do Butantã, zona oeste de São Paulo.

 

De acordo com a assessora do Hospital Universitário, a mãe está clinicamente bem e a continuidade da internação depende da avaliação do psiquiatra. Se ele entender que psicologicamente a paciente não tem condições de receber alta, a suspeita deve ficar internada no próprio Hospital da Lapa.

 

Os corpos das adolescentes estavam no IML (Instituto Médico Legal) na tarde deste domingo e já foram liberados pelos médicos. Os funcionários aguardavam o contato da família.

 

O caso

 

Segundo a Polícia Civil, as jovens foram encontradas mortas na casa onde viviam na Vila Gomes, às 15h10 de sábado (14). A mãe das adolescentes, uma corretora de imóveis de 53 anos, é suspeita dos crimes e foi detida em flagrante.

 

Policiais militares informam que foram chamados para atender ocorrência de vazamento de gás em uma casa e ao chegarem já havia uma unidade do Corpo de Bombeiros no local. Deitada no chão da sala, os policiais encontraram a corretora, que dizia ter matado as filhas e queria morrer. A mulher estava muito alterada e foi encaminhada pela Unidade de Resgate ao Pronto Socorro do Hospital Universitário, onde permaneceu internada em observação sob efeito de sedativos.

 

No andar superior da casa, estavam os corpos das jovens, deitadas cada uma delas em um beliche. No box do banheiro do quarto havia ainda um cachorro morto.

 

Fonte: Redação/ R7

OUTRAS NOTÍCIAS