Menino Joaquim pode ter sido envenenado

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

 

O corpo do garoto Joaquim Ponte Marques, 3 anos, desaparecido desde a última terça-feira (5), foi encontrado no início da tarde deste domingo (10) no rio Pardo, em Barretos, a 150 quilômetros de Ribeirão Preto (313 km de São Paulo).

A Polícia agora vai descobrir se Joaquim foi agredido ou envenenado antes de ter o corpo jogado no rio Pardo. Conforme o IML (Instituto Médico Legal) de Barretos não havia água em seus pulmões o que leva à hipótese de que ele tenha sido jogado já sem vida no córrego Tanquinho, que fica a 200 metros da casa da família, no Jardim Independência.

A justiça já concedeu a prisão temporária do padrasto Guilherme Raymo Longo e da mãe do garoto, Natália Mingoni Ponte que, segundo o delegado Paulo Henrique Martins de Castro, da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), e para a Promotoria, tiveram participação no caso.

Fonte: Redação

OUTRAS NOTÍCIAS