Motorista atropela ciclista, não para e segue com corpo em para-brisa

 

Uma cena inacreditável chocou quem passava pela Trincheira do Trevo do Atuba, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba (RMC), na noite desta sexta-feira (11). Por volta das 20h30, um ciclista teve o corpo jogado sobre o para-brisa de um Fiat Strada após ser atropelado. Com o impacto, Marco Aurélio Savovisk, 31 anos, morreu na hora.

 

Segundo a Guarda Municipal (GM), Marco voltava da casa da mãe, em Campina Grande do Sul (RMC), onde passou o dia trabalhando, quando foi atingido pelo veículo. Testemunhas afirmaram que o condutor do Strada fez a curva em alta velocidade e colidiu contra o ciclista.

 

Após o acidente, o motorista José Adil Simioni, de 58 anos, não parou o veículo e seguiu por cerca de 50 metros, com o corpo da vítima no para-brisa. Ele foi interceptado por populares que, revoltados, tentaram linchá-lo.

 

Testemunhas afirmaram que o homem apresentava sinais de embriaguez e chegou a ser defendido por outro homem com um copo de cerveja na mão.

 

O corpo de Marco Aurélio foi encaminhado ao IML de Curitiba.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS