Mulher dá US$ 2 milhões para vidente “limpar má energia” de sua vida

 

Uma mulher deu mais de US$ 2 milhões a uma vidente de West Palm Beach, na Flórida, para limpar a “negatividade” e a “má energia” de sua vida, informou nesta segunda-feira (30) o jornal Sun Sentinel.

Stacy Caputo, que vive no Estado de Connecticut, explicou que durante cinco anos acreditou que Tiffany Ava Mitchell entregava para instituições beneficentes o dinheiro que ela dava com o objetivo de resistir à infelicidade que sentia, mas agora crê que tenha sido enganada e que a vidente guardou o dinheiro.

Ela começou a suspeitar da vidente depois de vê-la em um programa de fofocas de celebridades na TV envolvida em um famoso caso com a atriz Lindsay Lohan. Foi então que Stacy passou a pedir à mulher, conhecida como “Ava”, comprovantes das doações feitas para caridade. Como não os recebeu, decidiu denunciar os fatos à polícia, que considerou que não há provas suficientes para abrir uma investigação.

Stacy, 45 anos, afirmou que conheceu a vidente em 2006, depois que uma mulher se aproximou dizendo que tinha uma premonição sobre ela e lhe recomendou que fizesse uma leitura. Ela explicou que, naquela época, apesar de ter uma próspera carreira como agente imobiliária, era infeliz por conta de problemas sentimentais, por isso que resolveu seguir os conselhos da vidente.

A adivinha recomendou a venda de todas as propriedades e a doação do dinheiro para obras de caridade. Stacy fez tudo sem pedir comprovantes dos pagamentos e sem saber quais instituições receberiam os valores.

O caso aconteceu depois que, em novembro, uma mulher de Boca Raton, no litoral da Flórida, pagou US$ 109 mil a uma vidente que disse que ela sofria uma maldição e que poderia eliminar o mau-olhado. A falsa vidente, Stephanie Thompson, disse à mulher enganada que, se não entregasse o dinheiro, poderia ter o mesmo tipo de câncer que a mãe da vítima do estelionato teve.

Fonte: Redação / Agência EFE

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS