Mulher finge próprio sequestro para chamar a atenção do ex-namorado em São Paulo

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Uma jovem de 25 anos mobilizou durante cinco dias a polícia de São Paulo em busca de seu paradeiro após uma denúncia de sequestro. Porém, quando o caso foi resolvido nesta terça-feira (24), descobriu-se que o suposto sequestro era uma estratégia para chamar a atenção do ex-namorado.

 

Gisele Lima Sanciani, 25 anos, ligou para o namorado do próprio celular afirmando que estava sendo mantida refém no cativeiro, segundo divulgou nesta quarta (25) o jornal Bom Dia Brasil. Gisele raspou parte das sobrancelhas, cortou os cabelos, fez cortes no rosto para fingir que havia sido sequestrada.

 

Gisele: “Eles não deixam eu falar. Eles só deixaram eu falar com uma pessoa. Tem um cachorro enorme aqui do lado, eu não posso sair daqui!”.

Ex-namorado: “Mas o que eles querem com você? Eles querem dinheiro?”

Gisele: “Não, eles não falam em dinheiro”.

Ex-namorado: “Não chora não, não chora não. A gente vai dar um jeito, está bom?”

 

A polícia desconfiou do fato de uma suposta sequestrada ficar com o celular no cativeiro e acabou encontrado a mulher em um quiosque em Praia Grande, onde a família tem uma casa. A pista para achar Gisele surgiu durante uma das ligações.

 

Gisele: “É na praia, Raul, é na praia!”

Ex-namorado: “Eu sei. A polícia já está atrás. Eles já sabem que você está por aí.”

Gisele: “Ele está dormindo, vem agora!”

 

Gisele vai responder em liberdade por falsa comunicação de crime e pode ficar até 2 anos presa. O ex-namorado de Gisele disse que não tem intenção de voltar a namorar a jovem.

Fonte: Redação/ Correio

OUTRAS NOTÍCIAS