O intelectual Renato Janine diz que a eleição será polarizada entre PT e PSDB

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

O intelectual Renato Janine Ribeiro publica, nesta segunda, o artigo Mudou o cenário político (leia aqui a íntegra), em que diz que a eleição presidencial de 2014 está restrita a dois candidatos: a presidente Dilma Rousseff e o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

A disputa, segundo ele, se polarizou entre PT e PSDB.

O primeiro sinal de mudança, esta semana, foi que Dilma decidiu lutar pela reeleição. Jornalistas bem informados asseguravam que Lula se dispunha a ser candidato.

A presidenta fez então uma declaração sem precedentes em sua história: disse que confiava na “lealdade” de Lula a ela. Ora, a palavra “lealdade” tem uma cor hierárquica.

É mais comum eu me dizer leal a meu superior, do que ele se considerar leal a mim, seu subordinado.

O que Dilma disse foi, em outras palavras: “Eu sou a presidenta”. E quero continuar sendo. Não desisto fácil – nem mesmo em favor de Lula”, diz ele.

“Ao mesmo tempo, Aécio adquiria uma vantagem sobre Eduardo, que perdia votos ao demonstrar excessiva timidez em suas tomadas de posição. O ex-governador de Pernambuco tenta, faz tempo, caracterizar-se como uma oposição “light”, que procuraria ser o pós-PT mais que o anti-PT”, afirma.

“Eduardo também procurou ser o tucano leve. Quis ser aceitável para os que se cansaram de um lado ou outro, mas sem com isso irem do PSDB ao PT ou vice-versa. O problema, com isso, é que o candidato ficou sem identidade ou público próprio.”  

Fonte: B.247

OUTRAS NOTÍCIAS