Os alunos do Pronatec receberam os certificados das mãos da presidente Dilma Rousseff

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Mais de 1.400 alunos de baixa renda de Feira de Santana receberam nesta terça-feira, 29, os diplomas de conclusão dos cursos de qualificação profissional do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC).

A presidente da República Dilma Rousseff participou da cerimônia no auditório da Universidade de Ensino Superior de Feira de Santana (UNEF) ao lado da ministra do Desenvolvimento Social e Combate a Fome, Tereza Campello, do ministro da Educação, José Henrique Paim, do governador Jaques Wagner e do prefeito José Ronaldo de Carvalho.

O Pronatec foi criado em 2011, nesse período em Feira de Santana, foram matriculados 5.276 alunos.

O município é o 4º no ranking de matrículas no estado da Bahia. Os cursos mais procurados são de eletricista industrial, almoxarife, assistente de planejamento e controle de produção, auxiliar administrativo e agente de observação de segurança.

As mulheres feirenses se destacam nos cursos de qualificação profissional, respondendo por 77% das matrículas no município. Leomara Ramos dos Santos, 30 anos, fez o curso de auxiliar de pessoal do Pronatec e já conseguiu emprego em uma distribuidora de alimentos com salário de R$ 790,00 por mês.

“Eu quis me dar uma oportunidade, pois sem o curso dificilmente alguém me contrataria”, explica Leomara que mora com o marido e tem uma filha de 5 anos.

Em um mês aprendeu várias funções, a exemplo de emissão de nota fiscal, e garante: “o curso me ajudou a ter noções de informática e também a ter iniciativa”. Instituições como SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e IFBA (Instituto Federal da Bahia), são responsáveis por ministrar os cursos.

O Pronatec Brasil Sem Miséria integra uma série de políticas públicas do Governo Federal para promover o acesso das pessoas mais pobres, especialmente os beneficiários do Programa Bolsa Família, à qualificação profissional e ao mercado de trabalho. Todos os cursos são gratuitos e o aluno também recebe material escolar, transporte e lanche.

Para participar do Pronatec é preciso ter no mínimo 16 anos de idade e estar cadastrado ou em processo de inclusão no Cadastro Único para programas sociais.

Em Feira de Santana as matrículas podem ser feitas nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e na Casa do Trabalhador, órgão do município conveniado com o governo federal e localizado na rua Castro Alves.  

Fonte: Secom/Feira

OUTRAS NOTÍCIAS