Os alunos do Pronatec receberam os certificados das mãos da presidente Dilma Rousseff

Mais de 1.400 alunos de baixa renda de Feira de Santana receberam nesta terça-feira, 29, os diplomas de conclusão dos cursos de qualificação profissional do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC).

A presidente da República Dilma Rousseff participou da cerimônia no auditório da Universidade de Ensino Superior de Feira de Santana (UNEF) ao lado da ministra do Desenvolvimento Social e Combate a Fome, Tereza Campello, do ministro da Educação, José Henrique Paim, do governador Jaques Wagner e do prefeito José Ronaldo de Carvalho.

O Pronatec foi criado em 2011, nesse período em Feira de Santana, foram matriculados 5.276 alunos.

O município é o 4º no ranking de matrículas no estado da Bahia. Os cursos mais procurados são de eletricista industrial, almoxarife, assistente de planejamento e controle de produção, auxiliar administrativo e agente de observação de segurança.

As mulheres feirenses se destacam nos cursos de qualificação profissional, respondendo por 77% das matrículas no município. Leomara Ramos dos Santos, 30 anos, fez o curso de auxiliar de pessoal do Pronatec e já conseguiu emprego em uma distribuidora de alimentos com salário de R$ 790,00 por mês.

“Eu quis me dar uma oportunidade, pois sem o curso dificilmente alguém me contrataria”, explica Leomara que mora com o marido e tem uma filha de 5 anos.

Em um mês aprendeu várias funções, a exemplo de emissão de nota fiscal, e garante: “o curso me ajudou a ter noções de informática e também a ter iniciativa”. Instituições como SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e IFBA (Instituto Federal da Bahia), são responsáveis por ministrar os cursos.

O Pronatec Brasil Sem Miséria integra uma série de políticas públicas do Governo Federal para promover o acesso das pessoas mais pobres, especialmente os beneficiários do Programa Bolsa Família, à qualificação profissional e ao mercado de trabalho. Todos os cursos são gratuitos e o aluno também recebe material escolar, transporte e lanche.

Para participar do Pronatec é preciso ter no mínimo 16 anos de idade e estar cadastrado ou em processo de inclusão no Cadastro Único para programas sociais.

Em Feira de Santana as matrículas podem ser feitas nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e na Casa do Trabalhador, órgão do município conveniado com o governo federal e localizado na rua Castro Alves.  

Fonte: Secom/Feira

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS