Tempo - Tutiempo.net

Presidente do PSB Roberto Amaral manda guru de Marina se calar

Em mais um sinal de incoerência na campanha de Marina Silva, o presidente do PSB, Roberto Amaral, desautorizou o economista Alexandre Rands, que se apresenta como guru econômico.

 

Em entrevista ao Globo, Rands dá sua receita para corrigir os “erros” da gestão de Dilma Rousseff: diz que um Banco Central independente teria subido juros antes e garante que a retomada do crescimento só deve ocorrer no quarto ano do próximo mandato.

 

Vai além e afirma ainda que as teses de Celso Furtado, economista brasileiro mais reconhecido internacionalmente e que inspirou a Sudene, talvez nunca tenham feito sentido (leia aqui).

 

Amaral manda Rands se calar e diz, em nome do PSB, que o economista Celso Furtado é o formulador do partido: “O PSB tem profunda admiração pela obra e pelo pensamento de Celso Furtado. Morto, não há substituto à altura”.


Leia na nota de Ilimar Franco sobre o assunto:

 

O PSB pede Celso Furtado

 

Os socialistas estão inconformados com a quantidade de gurus econômicos que se apresentam como formuladores de Marina Silva.

 

O presidente do partido, Roberto Amaral, resume: “Estou preocupado com a quantidade de ‘especialistas’ e ‘consultores’ que a imprensa está descobrindo na nossa campanha”.

 

Ele afirma que surgem nomes “desconhecidos por nós” e “um novo coautor do programa de Marina”. E destaca que o economista Celso Furtado, nacional desenvolvimentista, é o formulador do partido.

 

Amaral sentencia: “O PSB tem profunda admiração pela obra e pelo pensamento de Celso Furtado. Morto, não há substituto à altura”.         

Fonte: B.247/Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS