Tempo - Tutiempo.net

Requião anuncia saída do MDB: “partido bolsonarista, racista”

Depois de 40 anos Requião deixa MDB

O ex-governador do Paraná, Roberto Requião, anunciou no domingo (1°) pelas redes sociais que deixará o seu partido, o MDB.

“Amanhã segunda-feira saio oficialmente do MDB. Aí vamos ver quem sai comigo e abandona esse partido bolsonarista, racista, e que se tornou absolutamente fisiológico. Será a prova da janela!”, afirmou Requião.

O anúncio também foi antecipado por Requião em uma série de postagens nas redes sociais iniciadas no domingo, após o resultado das prévias para a direção estadual do partido.

Derrotado, afirmou que “o MDB do Paraná foi tomado pelo Ratinho (atual governador do estado, eleito pelo PSD) e pelo Bolsonaro. Sou sério, estou fora!”.

A chapa vitoriosa foi a liderada pelo deputado estadual Antonio Anibelli Neto e o deputado federal Sérgio Souza. Com o resultado, Neto assume o comando do partido no estado.

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, sinalizou convite ao ex-governador para se filiar à legenda.

“Fique certo que não te faltará trincheira para ser candidato ao governo do Paraná”, escreveu em mensagem no Twitter.

Em um vídeo postado ontem, Requião diz que a chapa foi criada no MDB “para apoiar o Ratinho Junior”. Requião tem intenção de se candidatar ao posto nas eleições de 2022.

Nos mais de 40 anos de filiação ao MDB, Requião exerceu mandatos como senador e governador pela legenda. Ele afirmou que vai “continuar fazendo política “para o bem de meu país e do nosso povo””.

Em uma enquete no Twitter, ele pergunta aos seguidores a qual partido deve se filiar, colocando entre as opções o PDT, PT, PSB ou outro. Todas as siglas são de oposição ao governo federal.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS