Sergipe: Túmulo de idosa é violado e polícia suspeita de abuso sexual

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

A violação de uma sepultura um dia após o enterro de uma idosa, de 62 anos, no município de Santo Amaro das Brotas, Sergipe, virou caso de polícia. O corpo foi sepultado na tarde de quinta-feira (05), e na manhã de sexta (06), o coveiro observou que o local havia sido mexido. Um inquérito policial foi aberto, já que há a suspeita de que o túmulo foi violado para a prática de necrofilia, ou seja, sexo com cadáver.

 

Peritos do Instituto Médico Legal de Aracaju (IML) foram acionados e após análises preliminares, decidiram remover o corpo para a sede do instituto em Aracaju, onde realizaram exames para identificar a presença de esperma. O resultado será divulgado ainda nesta semana. O corpo da idosa foi liberado no sábado (07), e não foi submetido à necropsia, pois ela morreu de causas naturais.

 

Segundo a delegada Luciana Pereira de Almeida, a polícia pretende apurar os indícios do crime de violação de sepultura. “Até o momento trabalhamos com especulações, queremos identificar os motivos para a violação da sepultura, bem como o responsável por isso. Algumas pessoas já foram ouvidas e os testemunhos foram encaminhados à delegada Mariana Andrade Amorim, que está responsável pelo caso”, afirmou.

 

Ainda segundo a delegada, o resultado dos exames será determinante para a condução da investigação e novas informações sobre o caso serão divulgadas até o final da semana.

 

Fonte: G1

OUTRAS NOTÍCIAS