Sirenes de alerta para riscos de deslizamentos são acionadas em Salvador

As sirenes são ligadas quando o acumulado de chuva das últimas 72h atinge 150mm.

Foto : Stephanie Suerdieck / Metropress

Mais três sirenes de alerta para risco de deslizamentos foram acionadas na manhã deste sábado (10), em Salvador, por causa das fortes chuvas quem têm caído na cidade nos últimos dias. Na sexta (9), as sirenes de outras cinco localidades já tinham sido ligadas.

Foram acionados neste sábado os equipamentos do Lobato/Voluntários da Pátria, Capelina/Vila Picasso e Baixa do Cacau. As sirenes são ligadas quando o acumulado de chuva das últimas 72h atinge 150mm.

Assim que as sirenes são acionadas, os moradores das regiões devem deixar suas casas e ir para locais seguros. O protocolo determina que elas sequer aguardem para retirar algum pertence do imóvel.

Na sexta pela manhã, a sirene do Alto da Terezinha foi acionada e, por volta das 12h50, foi a vez do equipamento do bairro do Castelo Branco ser ligado.

Ao longo do dia, foram acionadas as sirenes dos bairros de Sete de Abril, Calabetão e Bom Juá. Ao todo, Salvador possui 11 sirenes instaladas em 10 comunidades.

De acordo com a Defesa Civil de Salvador (Codesal), até por volta das 12h deste sábado, Salvador tinha 56 pessoas desalojadas, por causa de problemas causados pelas chuvas. Além disso, nas últimas 24h, foram registrados mais de mil ocorrências na capital baiana, por causa do mau tempo.

Salvador começou a ser atingida por fortes chuvas na quinta-feira. O mau tempo continuou na sexta, e a previsão é de que as chuvas continuem até a manhã de domingo (11).

Na manhã deste sábado, parte de uma casa desabou no bairro do Largo do Tanque. Uma idosa que mora local foi retirada por moradores da área e está acolhida na casa de um dos vizinhos.

Outro desabamento foi registrado no bairro de Paripe, região da Cocisa, nesta manhã. Parte do telhado de um imóvel desabou e, segundo os moradores do bairro, uma mulher teve ferimentos leves e foi ajudada por vizinhos.

g1/ba

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS