SP: Policial mata o próprio filho após discussão e alega que rapaz era usuário de drogas

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Um policial militar matou o próprio filho, de 26 anos, neste domingo (29), na zona leste de São Paulo. O crime ocorreu depois de uma discussão, dentro da casa onde moravam. O jovem foi atingido com um tiro no abdômen e sua mãe, que tentou apartar a briga, acabou ferida com um tiro na mão.

 

A discussão teria começado quando o filho foi tirar satisfação com o policial por ter encontrado mensagens de outra mulher no celular dele. A Polícia Militar foi chamada pelos vizinhos da família, que ouviram três disparos de arma de fogo dentro da casa.

 

O jovem morreu no local e a mulher foi levada ao pronto socorro do hospital Santa Marcelina. O acusado disse à polícia que o rapaz era usuário de drogas e que estava “agressivo e alterado”. Segundo informações do boletim de ocorrência, o filho deu um soco no pai e tentou pegar sua arma, mas o policial atirou.

 

Ainda de acordo com a polícia, foi requisitada a perícia para o local e a pistola .380, munições e dois carregadores foram apreendidos. O caso foi registro no 53º DP como homicídio e lesão corporal. O filho do policial será enterrado nesta segunda-feira (30) no Cemitério de Vila Formosa, na zona leste de São Paulo. O sepultamento está previsto para 14h.

 

Fonte: Redação/ R7

OUTRAS NOTÍCIAS