Tempo - Tutiempo.net

Uma obra que foi autodestruída de Banksy será exposta na Alemanha

Banksy (Foto: Sotheby's)

A tela do artista britânico Banksy, que se autodestruiu parcialmente em um leilão em outubro, será exibida durante um mês na Alemanha a partir de 5 de fevereiro, anunciou nesta terça-feira (8) o Museu Frieder Burda em Baden-Baden.

O artista causou sensação em 5 de outubro, quando fez sua obra ficar parcialmente rasgada instantes depois de ter sido vendida na casa Sotheby’s de Londres por 1,042 milhão de libras (1,2 milhão de euros; 1,4 milhão de dólares).

Agora a obra ‘pela metade’ será apresentada pela primeira vez ao público após essa performance, afirmou o museu em um comunicado.

“Desde o nascimento da arte conceitual, sempre houve tentativas artísticas de volatilizar ou mesmo destruir a própria existência de uma obra de arte, enfraquecendo seu valor material ou tentando transferi-la para um contexto de valor diferente”, disse o museu Frieder Burda, anunciando a exposição.

Banksy integrou um mecanismo na espessa moldura dourada que permitia rasgar a obra “Girl with Balloon” (“Menina com Balão”), uma reprodução em acrílico e spray de uma de suas pinturas mais conhecidas.

“Love is in the bin” (“O amor está no lixo”), como a obra passou a se chamar após intervenção artística de Banksy na Sotheby’s London em 2018, com a inesperada autodestruição da pintura, será exposta até 3 de março.

Segundo Banksy, a casa de leilões não estava ciente de que a obra ia se autodestruir.

“Banksy não destruiu uma obra de arte durante o leilão, ele criou uma”, afirmou então em um comunicado Alex Branczik, chefe do departamento de arte contemporâneo da Europa da Sotheby’s.

JB

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS