Apresentadora é espancada por homem em trem na frente do filho de 6 anos

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Apresentadora de Tv, Anastasia Lugova sofreu espancamento e tentativa de estupro

Anastasia Lugova, de 28 anos, foi brutalmente espancada em uma tentativa de estupro dentro de um trem na Ucrânia no último dia 31 de julho. As informações são do jornal britânico Daily Mail.

A apresentadora de TV viajava à noite de Mariupol para Kiev, na companhia do filho de seis anos, quando foi surpreendida por um homem, identificado como Vitaliy Rudzko, de 45 anos.

Apenas de cueca, o agressor invadiu a cabine privada em que Anastasia dormia com o filho. “Acordei com ele me segurando pelo pescoço e me socando no rosto. Comecei a gritar, pedindo ajuda, mas ninguém ouviu”, contou a jornalista. “Ele então me disse: ‘seja uma boa menina ou será pior’”.

A apresentadora relatou que o filho acordou durante o ataque, chorando com o ocorrido. Ela disse que o agressor foi em direção ao filho dela, mas ela o convenceu a parar.

“Eu implorei que ele não machucasse meu filho e prometi que faria tudo o que ele quisesse. Pedi que fossemos a outro lugar e nos afastássemos do meu filho. Ele concordou e me obrigou a ir até a cabine dele”.

Anastasia Lugova conta que no interior do compartimento ela se aproveitou de uma distração do criminoso enquanto ele tirava a cueca e correu de volta até sua cabine: “Eu peguei ele e corremos até o condutor, que nos escondeu”.

Rudzko acabou sendo identificado e detido pelos seguranças do trem, sendo entregue para a polícia assim que o veículo chegou em Kiev. Atualmente preso, ele será julgado por agressão e tentativa de estupro e poderá ser condenado a até oito anos.

Anastasia Lugova foi hospitalizada com diversos hematomas na cabeça. Em uma publicação no seu Instagram, ela contou que vai levar a frente as denúncias contra a violência vivida.

A apresentadora disse que vai buscar auxílio psicológico para o filho: “Ele não para de chorar e fica pedindo desculpas por não ter conseguido me proteger”.

Redação Pragmatismo

OUTRAS NOTÍCIAS