Carta enviada a Obama contém substância letal

Uma carta com uma “substância suspeita” foi enviada ao presidente Barack Obama, informou nesta quarta-feira (17) o Serviço Secreto dos EUA, polícia especial responsável pela segurança presidencial. A substância é ricina, que pode ser letal, segundo o FBI (polícia federal dos EUA), citado pelo porta-voz da Casa Branca.

“Em 16 de abril de 2013, uma carta dirigida ao presidente que continha uma substância suspeita foi recebida no centro postal da Casa Branca”, afirmou Edwin Donovan, porta-voz do Serviço Secreto.

O centro fica fora do complexo residencial da Casa Branca, segundo o porta-voz.

“Este centro detecta habitualmente as cartas ou pacotes que devem passar por um exame adicional ou análise científica antes de serem entregues”, acrescentou Donovan.

O Serviço Secreto informou que já está trabalhando com o FBI (polícia federal dos EUA) para identificar a origem da correspondência.

Na véspera, uma carta com a mesma subtância letal enviada ao senador republicano Roger Wicker foi interceptada no Capitólio.

O veneno foi detectado durante uma inspeção de rotina em uma dependência externa do prédio do Congresso.

A carta não chegou ao gabinete de Wicker no Capitólio, segundo um colaborador, citando o líder da maioria democrata no Senado, Harry Reid, que o informou sobre o incidente.

Fonte: Redação / G1

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS