Tempo - Tutiempo.net

China suspende cooperação com EUA em áreas militares e civis após visita de Pelosi a Taiwan

EUA E CHINA

China suspendeu cooperação com os EUA em várias áreas militares e civis, informou nesta sexta-feira (5) Ministério das Relações Exteriores da China.

Além disso, as autoridades de Pequim cancelaram uma reunião entre responsáveis de Defesa chineses e estadunidenses após a recente visita da presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi.

A chancelaria da China anunciou que Pequim decidiu suspender reuniões de trabalho bilaterais entre responsáveis de Defesa dos EUA e da China e interromper a cooperação entre os dois países em segurança marítima.

O ministério divulgou uma lista de áreas onde não haverá mais comunicação entre autoridades chinesas e norte-americanas.

Estas incluem reuniões de trabalho entre departamentos de Defesa, consultas de segurança marítima, cooperação sobre imigração ilegal, assistência judicial, crimes transnacionais, controle de drogas e alterações climáticas.

Uma conversação telefônica planejada entre altos comandantes militares dos dois países também foi cancelada, segundo comunicado.

Mais cedo nesta sexta-feira (5), a chancelaria da China anunciou sanções pessoais contra Pelosi e seus familiares mais próximos.

Em 2 de agosto, a presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, visitou Taiwan em uma iniciativa controversa, apesar dos fortes protestos de Pequim que levaram a uma severa condenação do que a China viu como violação da sua soberania pelo governo de Biden.

A partir de 2 de agosto, o Exército da China lançou uma série de exercícios militares de fogo real em torno de Taiwan.

Analistas afirmam que os EUA perderam China para sempre após visita de Pelosi.

Sputnik

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS