Tempo - Tutiempo.net

CRESCE COMERCIO DE GENITÁLIAS HUMANAS NO MALAWI

O Malawi está vendo um comércio crescente de órgãos genitais masculinos.

 

A promotora Cecilia Zangazanga fez a observação de que quatro pessoas foram presas por tentar vender as partes íntimas no mês de maio, segundo relatado no Nyasa Times.

 

Dois deles foram presos em um posto de gasolina na capital, Lilongwe, tendo recebido a genitália de um supervisor do necrotério e um atendente que iria cortar o tecido de um cadáver, diz o relatório. O quarteto foi condenado a um total de 26 anos.

 

Zangazanga pediu uma sentença longa como forma de amedrontar os comerciantes de genitálias, dizendo que o número de casos vem aumentando, relata o site que tem correspondentes em toda a região sul africana.

 

Em abril, ele informou que um empresário de 30 anos de idade, estava lutando pela vida depois de ter seus genitais cortados em um ataque no sul da cidade de Zomba.

 

Depois de um assalto semelhante no ano anterior, o site chamou tal comércio como um “sinal de desespero das pessoas para sair da pobreza”.

 

Genitais estavam em “alta demanda por feiticeiros”, enquanto que os “mercadores” também vendiam pênis e testículos para o exterior. 

Fonte: Nyasa Times.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS