Criança de 3 anos cai do 12º andar e é salva por entregador – veja o vídeo

Nguyen Ngoc Manh, agora chamado de herói

Em Honói, capital do Vietnã , no último domingo (28), um entregador salvou a vida de uma criança de três anos que caiu do 12° andar de um prédio . As informações foram apuradas por Metro World.

Segundo a imprensa local, VN Express Internacional, Nguyen Ngoc Manh, de 31 anos, estava aguardando para finalizar uma entrega de um pedido, quando ouviu os gritos da vizinhança.

Com isso, ele saiu rapidamente de seu carro e subiu em um teto de metal que fica no primeiro andar para aguardar a queda da menina que já se encontrava suspensa na varanda.

“Depois de subir no telhado com cerca de dois metros de altura, vi o bebê cair. Naquele momento, escorreguei, mas tentei esticar os braços para alcançá-la. Felizmente, ela caiu em meus braços, ambos caímos e batemos no telhado de metal”, declarou.

Nguyen Ngoc Manh, agora chamado de herói

Após o resgate, o homem se disse impressionado ao ver sangue na boca na criança e que a levou de imediato a um hospital. Lá foi constatado que ela havia quebrado o braço e a perna, mas seu estado de saúde estava estável.

O homem que executou o resgate contou que teve uma torção no braço e que também tem uma filha da mesma idade da menina resgatada.

Homenagens

Autorizado pelo Primeiro Ministro Nguyen Xuan Phuc, o Sr. Le Hong So, vice-Presidente Permanente do Comitê do Povo de Hanói, visitou e concedeu o Certificado de Mérito extraordinário do Primeiro Ministro a Nguyen Ngoc Manh.

 De acordo com o Manh, ele recebeu muito dinheiro e materiais valiosos de muitas organizações e indivíduos, mas ele desejava transferir esses presentes para pessoas em circunstâncias mais difíceis.

“Nos últimos dias, muita gente quer doar dinheiro e material, até alguém quer que eu faça um anúncio para eles, mas todos recuso. Muitas pessoas trouxeram muito dinheiro para me parabenizar, mas eu recusei e pedi que transferissem o dinheiro para pessoas em circunstâncias mais difíceis do que da minha família. Porque, eu sinto que na sociedade ainda existem muitos casos com circunstâncias muito mais difíceis do que minha família”, disse Manh.

VN Express Internacional

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS