Tempo - Tutiempo.net

Ditador da Coreia do Norte manda matar ex-namorada

O ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, mandou matar uma ex-namorada. A garota foi fuzilada em público por ter gravado e distribuído filmes pornográficos. A cantora Hyon Song-Wol foi executada junto com outros 11 músicos da Orquestra Nacional que se apresentavam com ela.

 

Todos foram condenados à pena de morte por participação em filmes de sexo explícito, divulgados clandestinamente no país, que proíbe a pornografia. Popular na Coreia do Norte, a jovem ganhou fama há dez anos, quando surgiram rumores sobre seu romance com Kim Jong-Un, filho do ditador que então comandava o país comunista.

 

Depois da morte do pai, há dois anos, Kim assumiu o poder e se casou com outra cantora, também da Orquestra Nacional.

 

Fonte: Redação/ Bahia Notícias

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS