Erro médico leva jovem ficar por 17 dias com pedaço de garrafa no rosto

 

Um sueco de 23 anos ficou surpreso ao descobrir um pedaço de garrafa alojado em seu rosto por 17 dias, após um médico que o atendeu não ter percebido o corpo estranho e feito os pontos por cima.

Patrik Moberg, um sueco de 23 anos, ficou surpreso ao descobrir um pedaço de garrafa alojado em seu rosto por 17 dias, após um médico que o atendeu não ter percebido o corpo estranho e feito os pontos por cima. Ele estava em um cruzeiro com amigos quando um homem, que aparentava estar bêbado, começou uma briga sem motivo e quebrou uma garrafa no rosto do jovem, de acordo com o jornal britânico “Metro”.

Moberg foi atendido, e o médico do navio afirmou que uma parte rígida na bochecha era apenas “sangue coagulado”, e fez pontos por cima da ferida. Porém, um pedaço da parte inferior do recipiente ainda estava preso ao rosto do sueco.

Após 17 dias quase sem melhorar, o jovem começou a desconfiar de que o profissional poderia ter cometido um erro.”Pensei que ele poderia ter esquecido parte da garrafa, mas não acreditei que pudesse não ver algo tão grande dentro da minha bochecha”, afirmou o rapaz.

Depois de constatar o erro, Moberg precisou voltar a um médico para retirar o fragmento.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS