Explosões deixam mortos e feridos em maratona

Duas explosões coordenadas atingiram a linha de chegada da maratona de Boston, na tarde desta segunda-feira. Houve um incidente também, pouco depois, na biblioteca pública John F. Kennedy, na mesma região.

Segundo a polícia, o elo entre os casos ainda está sendo investigado.

Pelo menos um quarto artefato teria sido encontrado nas proximidades e detonado, de forma controlada, pelos integrantes do esquadrão antibombas da cidade. Não há, porém, confirmação de sua possível relação com as primeiras explosões.

Por enquanto, a polícia confirma a morte de duas pessoas. Cerca de cem ficaram feridas.

Segundo a agência de notícias AP, um oficial disse que o serviço de celulares em Boston foi derrubado intencionalmente, para evitar potenciais detonações remotas de explosivos.

O jornal “New York Post” informa que um cidadão saudita de 20 anos foi preso suspeito de envolvimento no caso. Ele teria sofrido graves queimaduras e estaria internado em um hospital da cidade.

Segundo o departamento de polícia de Boston, as primeiras explosões ocorreram por volta das 14h50 (15h50 em Brasília), na Boylston Street, ponto final do percurso da maratona, cerca de três horas depois da chegada dos vencedores. O local, porém, ainda estava cheio de participantes e torcedores. Quase duas horas após as primeiras explosões, a polícia afirma que a situação ainda está “em andamento”.

A ocorrência na biblioteca foi registrada às 16h12, no horário local, de acordo com a polícia. Não há vítimas ou feridos relacionados a ela, até o momento.

Mesmo antes de qualquer confirmação sobre a origem das explosões, a agência americana de aviação, a FAA, mandou fechar o espaço aéreo na praça atingida. A administração federal de aeroportos dos EUA (FAA) chegou a fechar o aeroporto da cidade para pousos e decolagens, mas ele foi reaberto cerca de 50 minutos depois.

Por meio do Twitter, a Casa Branca informou que o presidente Barack Obama orientou o governo a oferecer qualquer ajuda necessária para investigação e resposta à ocorrência.

Fonte: Redação / Folha de SP

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS