Família de brasileiros é achada morta nos EUA ; Polícia suspeita de duplo assassinato e suicídio

 

Uma família brasileira foi encontrada morta dentro de um carro na garagem de casa em Lake Nona, em Orlando, nos Estados Unidos. A polícia trabalha com a hipótese de que Márcio Luiz Ferraz do Amaral, de 45 anos, sua mulher, Cledione Regina Ruppenthal Ferraz do Amaral, de 34, e a filha do casal, Wendy Ferraz do Amaral, de 10, estivessem mortos havia mais de três semanas, pelo estado de decomposição dos corpos.

A família que morava na Flórida havia 5 anos e não tinha voltado ao Brasil desde então foi encontrada por um dos proprietários da casa alugada que eles moravam desde 2009, em um condomínio de luxo.

Gerald Mastro teria ido cobrar o valor de aluguéis atrasados e, ao tocar a campainha, reparou um cheiro forte que vinha de dentro da residência. Sem receber resposta dos chamados, o proprietário teria ligado para a polícia, que encontrou os corpos.

Como não encontraram qualquer sinal de arrombamento na casa, a polícia praticamente descartou a hipótese de um triplo homicídio. Segundo Mastro, nos últimos anos, Amaral e Cledione haviam sido bons inquilinos e pagaram sempre dentro do prazo. A situação começou a mudar em outubro.

Amaral estava desempregado havia alguns meses. Uma das hipóteses levantadas pela polícia é de um duplo assassinato seguido de suicídio, provocado pelo fato de ele não conseguir mais sustentar a família. O salário de Cledione em um parque da Disney, em Orlando, não seria suficiente para cobrir os gastos.

Fonte: Redação / O Estado de S. Paulo

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS