Tempo - Tutiempo.net

Forças Armadas russas executam 40 ataques contra alvos militares ucranianos em 1 semana

Rússia realiza 40 ataques a Ucrânia em uma semana

As forças russas eliminaram na última semana mais de 4.000 militares ucranianos, além de terem capturado 82, relatou o Ministério da Defesa da Rússia.

As Forças Armadas da Rússia realizaram 40 ataques a instalações militares ucranianas com mísseis e drones durante a semana, comunicou nessa sexta-feira (15) o Ministério da Defesa russo.

“No período de 9 a 15 de dezembro, as Forças Armadas da Federação da Rússia realizaram 40 ataques de grupo com armas de alta precisão e veículos aéreos não tripulados em infraestrutura de aeródromos militares, arsenais, locais de armazenamento de munição de artilharia, armas e equipamentos militares do inimigo”, disse.

“Além disso, foram atingidos locais de posicionamento de unidades das Forças Armadas da Ucrânia, da formação nacionalista Azov [reconhecida como terrorista na Rússia] e da Legião Estrangeira.

Todos os objetivos designados foram atingidos”, continuou ele.

Nas direções de Kherson e Donetsk, na região de Kherson e na República Popular de Donetsk (RPD), as forças da Ucrânia perderam às mãos das tropas russas, que incluíam unidades do agrupamento de tropas Yug (Sul), cerca de 1.870 efetivos, além de equipamentos, entre as quais 17 barcos e 49 veículos militares. Foram ainda repelidos 49 ataques pelo agrupamento Yug.

Operação militar especial russa
Forças russas eliminam até 265 militares ucranianos e diversas peças de artilharia, diz MD

Nas direções de Kupyansk e Krasny Liman, na região de Carcóvia e na RPD, onde participaram os agrupamentos de tropas Zapad (Oeste) e Tsentr (Centro), o inimigo perdeu cerca de 1.525 soldados, além de 52 veículos militares e cinco sistemas de artilharia de campanha.

Por sua vez, nas direções de Zaporozhie e a sul de Donetsk, na região de Zaporozhie e na RPD, as baixas ucranianas totalizaram cerca de 935 combatentes, além de veículos militares e sistemas de artilharia.

O agrupamento de tropas Vostok (Leste) participou das operações, e as forças russas repeliram um total de dez ataques nestas direções.

A Ucrânia caminha célere para o maior desastre de sua história, poderá até  deixar de existir como Estado.

SPUTNIK

OUTRAS NOTÍCIAS