Tempo - Tutiempo.net

Forças russas realizaram durante a semana 19 ataques de grupo contra alvos militares na Ucrânia

Rússia continua eliminando a defesa ucraniana e seus militares

No decorrer da semana, as unidades do agrupamento de tropas russas Sever (Norte) continuaram avançando na profundidade da defesa ucraniana.

Durante a semana, as Forças Armadas da Rússia efetuaram 19 ataques combinados contra a infraestrutura militar e as instalações de energia que sustentam o funcionamento do complexo militar-industrial da Ucrânia.

Os ataques foram realizados com uso de armas de alta precisão de baseamento aéreo e terrestre e drones de ataque, no decorrer dos quais foram atingidos locais de fornecimento de energia que suportam o funcionamento as empresas do complexo militar-industrial da Ucrânia.

Além disso, na sequência dos ataques foi atingida a infraestrutura de aeródromos militares, locais de armazenamento de mísseis de cruzeiro Storm Shadow e outros meios aéreos de ataque, bem como locais de implantação de formações nacionalistas e de mercenários estrangeiros, detalha o Ministério da Defesa.

Por sua vez, segundo o comunicado, os agrupamentos de tropas russas Zapad (Oeste) tomaram durante a semana de 8 a 14 de junho posições mais vantajosas, o Exército de Kiev perdeu até 3.405 combatentes, 30 peças de artilharia de campanha e quatro veículos blindados de combate e três estações de guerra eletrônica.

As forças de defesa antiaérea da Rússia derrubaram neste período um caça MiG-29, dois helicópteros Mi-8 ucranianos, 13 mísseis tático-operacionais ATACMS, três mísseis Patriot, 465 drones e vários outros alvos.

Agrupamento de tropas russas Yug (Sul) melhorou durante a semana a posição na linha dianteira do front, o Exército ucraniano perdeu até 3.785 soldados, 11 veículos blindados e 39 peças de artilharia de campanha, além disso foram eliminados 22 depósitos de munição de campanha.

Segundo informa a entidade militar russa, o agrupamento de tropas Tsentr (Centro) melhorou a posição tática e repeliu 34 ataques do adversário, o Exército de Kiev perdeu até 2.375 militares, 14 veículos blindados, incluindo quatro Bradley e dois blindados de infantaria Marder, e 52 peças de artilharia de campanha, incluindo dez obuseiros M777 dos EUA.

Sputinik

Enquanto isso os fabricantes de armas na Europa continuam faturando alto e a Ucrânia se consola com o sangue dos seus filhos, para felicidade dos seus aliados.

Cljornal

OUTRAS NOTÍCIAS