Tempo - Tutiempo.net

Investigação aponta que Canadá treinou batalhão Azov, unidade neonazista da Ucrânia

Batalhãi Azov teinados por militares canadenses

Uma investigação realizada pela Rádio-Canadá com documentos ligados à missão canadense na Ucrânia revelou que os integrantes do batalhão Azov receberam treinamento de militares canadenses em 2020 no oeste da Ucrânia.

A emissora CTV News informou que um porta-voz do regimento nacionalista comunicou que um grupo recebeu treinamento com instrutores canadenses, que criaram “um programa” para seus próprios cursos, conduzindo toda a instrução na Ucrânia.

Em sua defesa, as forças canadenses afirmaram terem tomado todas “as medidas adequadas” para garantir que o treinamento não fosse concedido aos extremistas, mas dizendo que a Ucrânia, sendo um país soberano, é responsável pelo recrutamento e investigação de suas forças de segurança.

Além disso, o Exército canadense observou que a ajuda militar à Ucrânia é limitada “exclusivamente” ao Ministério da Defesa da Ucrânia.

Esta não é a primeira vez que surgem revelações de que os militares canadenses treinaram os nacionalistas ucranianos.

Em setembro de 2021, um grupo de pesquisadores da Universidade George Washington, nos EUA, descobriu que extremistas do Exército ucraniano estavam sendo treinados pelos canadenses.

De acordo com o estudo, trata-se de um grupo que se autodenomina Ordem Militar da Centúria e tem vínculos com o movimento de extrema direita Azov.

Sputnik

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS