Tempo - Tutiempo.net

Irã adverte Israel contra ‘erro de cálculo’ ou ‘aventura militar’ em relação a Teerã

EXÉRCIO MILITAR DO EXÉRCITO IRANIANO

Após intensificação da retórica de Israel sobre sua intenção de atacar o Irã como opção de último recurso para deter o programa nuclear do país, Teerã enviou uma carta ao Conselho de Segurança das Nações Unidas advertindo Israel contra tal “aventura militar”.

A carta, que foi entregue na quinta-feira (14) e publicada pela agência iraniana Tasnim News, surge enquanto a República Islâmica se prepara para regressar às negociações em Viena na próxima semana, visando retomar o Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês), conhecido como acordo nuclear iraniano.

“Advertimos o regime sionista contra qualquer erro de cálculo ou aventura militar visando o Irã e seu programa nuclear”, escreveu Majid Takht Ravanchi, representante permanente do Irã na ONU, referindo-se a Israel.

Ravanchi disse que nos últimos meses Israel levou suas “ameaças provocativas e aventureiras […] a níveis alarmantes”, especialmente porque a administração Biden continua avançando nas negociações de Viena.

Ele observou ainda que as “ameaças sistemáticas e explícitas do regime sionista […] provam que é responsável por ataques terroristas contra o programa nuclear pacífico [do Irã] no passado”.

A Mossad, a agência de inteligência de Israel, tem sido responsabilizada por uma série de misteriosos bombardeios e acidentes no Irã nos últimos anos, que tiveram como alvo o programa nuclear iraniano, bem como pelo assassinato de Mohsen Fakhrizadeh, um dos mais importantes cientistas nucleares do Irã.

Anteriormente, o ministro das Relações Exteriores de Israel, Yair Lapid, disse que “se a diplomacia falhar, outras opções estarão em cima da mesa”.

“Ao dizer outras opções, acho que todos entendem aqui em Israel, nos Emirados [Árabes Unidos] e em Teerã o que queremos dizer”.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS