Tempo - Tutiempo.net

Kremlin: Putin e Xi Jinping declararão em breve ‘nova era nas relações internacionais’

Putin e Xi Jinping

A informação foi divulgada nesta quarta-feira (2) pelo assessor do Kremlin  Yury Ushakov.

Ele informou que os dois líderes vão se encontrar nesta sexta-feira (4) durante os Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim.

“Uma declaração conjunta foi preparada com antecedência para as discussões sobre a entrada em uma nova era nas relações internacionais e sobre o desenvolvimento sustentável global. O comunicado conjunto vai refletir as visões comuns da Rússia e da China sobre os problemas mundiais mais importantes, incluindo questões de segurança”, disse Ushakov.

O assessor acrescentou que acordos sobre a distribuição de gás estão sendo preparados para as conversas entre os líderes russo e chinês.

Falando sobre a situação envolvendo Rússia, Ucrânia e OTAN, Ushakov disse que a “China apoia as demandas da Rússia por garantias de segurança”.

Temos que encontrar forma de garantir a segurança de todos: da Rússia, Europa e Ucrânia, diz Putin.

O assessor do Kremlin também informou que Vladimir Putin participará da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno.

Após o escândalo de doping na Rússia, autoridades do país só podem participar de eventos olímpicos caso sejam convidados pelo chefe de estado do país sede.

A delegação de atletas da Rússia competirá defendendo uma bandeira neutra, sem as cores russas e também sem tocar o hino nacional em caso de vitória.

Para participar da competição, todos os atletas necessitam estar com histórico de doping limpo.

Nos últimos meses, os Estados Unidos e seus aliados europeus acusam a Rússia de acumular tropas na fronteira com a Ucrânia com o objetivo de invadir o país vizinho.

Os EUA têm enviado carregamentos de armas ao país europeu como forma de apoio ao governo ucraniano.

Moscou nega as acusações e critica o avanço da OTAN na região. O Kremlin também salienta que tem o direito de movimentar suas tropas dentro de seu território soberano.

O chanceler Sergei Lavrov disse que “se depender da Rússia, não haverá guerra”.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS