Mais de 6 mil páginas de documentos relatam abusos de padres contra crianças nos EUA

 

Após um acordo judicial, a Arquidiocese de Chicago divulgou nesta terça-feira (21/01) mais de seis mil páginas de documentos sobre abusos sexuais cometidos por religiosos contra menores de idade e a omissão da Igreja nos casos. Ela é a terceira maior dos Estados Unidos e os papeis se referem a pelo menos 30 sacerdotes.

Segundo um advogado da Arquidiocese, 95% dos casos de pedofilia detalhados ocorreram antes de 1998, mas, nenhum, depois de 1996. Dos sacerdotes envolvidos, 14 já morreram, outros 14 já não são sacerdotes e os dois restantes não cumprem tarefas religiosas. A maioria deles não chegou a ser processada.

A Arquidiocese de Chicago pagou já mais de US$ 100 milhões às vítimas de abusos sexuais nos últimos 25 anos, e cobriu essa despesa com a venda de propriedades e uma recente emissão de bônus.

Na semana passada, a ONU cobrou ações mais firmes do Vaticano sobre os casos de abusos sexuais contra crianças e adolescentes por parte do clero.

Fonte: Com Agência Efe

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS