Tempo - Tutiempo.net

Mulher que ficou nua e destruiu loja afirma ser bipolar

A americana flagrada pelas câmeras de segurança seminua e causando um quebra-quebra em um restaurante fast food na Flórida, nos EUA, foi identificada e contou que tudo teria começado após ter uma investida sexual recusada por um dos funcionários da loja.

Sandra Suarez, de 41 anos, contou à emissora “Fox 13” que seu ataque de ira teria sido motivado após um funcionário do local ter recusado uma oferta de sexo oral no estacionamento do estabelecimento.

Com os seios de fora e apenas de fio dental, Suarez teria ficado irritada e começou a destruir a unidade da rede McDonald’s e, em determinado momento da gravação, a americana ainda parou ao lado da máquina de sorvete para fazer uma “pausa” no vandalismo, e tirar um sorvete para si mesma, enquanto era observada pelos colaboradores.

Suarez causou mais de R$ 22 mil em danos na loja, e foi presa por comportamento criminoso e resistência à prisão. O policial que atendeu à ocorrência disse também que a americana também teria expressado “desejos sexuais” em relação a ele.

Em sua defesa, Sandra disse que teve uma crise de bipolaridade e não se lembrava do ocorrido. Ela foi solta após pagar fiança de R$ 15,4 mil, e afirmou que pensa em se mudar se sua “fama” na internet continuar a prejudicá-la, já que diversas versões do vídeo das câmeras de segurança se espalharam pela web.

 

Veja o vídeo abaixo:

 

 

 

Fonte: As informações são do G1/ Foto: Web

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS