‘Mulheres-mula’ carregam cargas pesadas entre Espanha e Marrocos

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

 

Melilla, pequeno território encravado na costa norte do Marrocos, é um importante ponto de entrada de produtos no norte da África. E é nesse local que podemos ver as “mulheres-mula de Melilla”, como são conhecidas, por carregarem cargas pesadas através da fronteira entre o enclave espanhol e o Marrocos. O surgimento da atividade é devido porque os produtos que entram sendo carregados por uma única pessoa são classificados como bagagem pessoal, e entram isentos de taxa alfandegária.

Muitas das mulheres que trabalham como ‘porteadoras’ são divorciadas ou separadas, e mães solteiras que têm que sustentar suas famílias. A vida na sociedade tradicional do Marrocos é difícil para essas mulheres, e geralmente esse é o único trabalho que elas conseguem. Algumas delas fazem três ou quatro viagens por dia através da fronteira, carregando até 80kg.

As remunerações variam, e as mulheres reclamam que precisam pagar propina a guardas do Marrocos.

Fonte: Redação / BBC Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS