Na Suécia, presídios são fechados por falta de condenados

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

 

A Suécia vai fechar quatro presídios por falta de condenados. A diminuição no número de crimes e revisões judiciais que buscam penas alternativas contribuem para a queda no país no número de presidiários. Duas prisões serão vendidas e outras duas emprestadas dentro do próprio governo. Essas poderão voltar a funcionar como presídios, caso seja necessário.

” Nós certamente esperamos que nossos esforços em reabilitação e prevenção de reincidência tenham tido um impacto, mas nós achamos que isso sozinho não pode explicar a queda de 6% no quadro de prisões”, afirmou Nils Öberg, responsável pelo sistema prisional.

Desde 2011, os tribunais de justiça passaram, por exemplo, a encarcerar menos os condenados por venda ou uso de drogas. De acordo com Öberg, isso provocou que 200 pessoas a menos estivessem presas em março deste ano do que em 2012.

Porém, a taxa de encarceramento na Suécia vem caindo desde 2004. Mas, entre 2011 e 2012 a queda foi de 6%, valor que deve ser repetir esse ano, de acordo com as estimativas de Öberg.

Fonte: Redação

OUTRAS NOTÍCIAS