Tempo - Tutiempo.net

Negacionistas chamam personagem da Vila Sésamo de ‘comunista’

Garibaldo vira comunista para os conservadores americanos

Garibaldo, o pássaro amarelo do programa “Vila Sésamo”, se tornou o centro de uma polêmica antivacina nos Estados Unidos após fazer uma postagem, no sábado (6), incentivando a vacinação contra a Covid-19.

“Eu recebi a vacina contra a Covid-19 hoje! Minha asa está um pouco dolorida, mas ela vai deixar meu corpo extra protegido para me deixar, e deixar os outros, com saúde“, escreveu o personagem.

A postagem é na verdade uma campanha de conscientização para a vacinação após os Estados Unidos aprovarem o imunizante da Pfizer/BioNTech para crianças a partir dos 5 anos.

O personagem Garibaldo, atualmente interpretado pelo ator Matt Vogel, representa uma criança de 6 anos e, portanto, apta a se vacinar contra a covid-19.

O presidente dos EUA, Joe Biden, aproveitou para interagir e propagar a vacinação como melhor forma de se prevenir em meio à pandemia.

“Ser vacinado é a melhor maneira de manter a segurança de toda a sua vizinhança”, publicou o democrata, que seguidamente incentiva a população norte-americana a se vacinar. No país, há uma alta taxa de rejeição aos imunizantes.

O que parecia uma benéfica campanha de conscientização, acabou tomando outro rumo. A publicação de Garibaldo provocou comentários negativos de personalidades conservadoras nas redes sociais.

O governador do Texas, Ted Cruz, criticou o que chamou de “propaganda de governo para crianças“.

O republicano recebeu o apoio de outras personalidades conservadoras dos EUA e de pessoas contrárias à vacinação – que parece estar estagnada no país com 58,4% da sua população protegida.

No Texas, mais de 4,2 milhões de pessoas foram diagnosticadas com a doença e ao menos 72 mil morreram por complicações da Covid-19, segundo balanço da Universidade Johns Hopkins.

Senadora pelo estado do Arizona, Wendy Rogers escreveu em sua rede social que Garibaldo era comunista por apoiar a vacinação. “Garibaldo é um comunista“, escreveu a republicana.

O Arizona acumulou mais de 1,1 milhão de infecções e uma contagem de mortos que passou dos 21 mil, segundo a Universidade Johns Hopkins.

A jornalista da Fox News Lisa Boothe respondeu diretamente a Biden dizendo que a proteção da vacina é “uma mentira”. Segundo ela, “vacinados contraem e disseminam o covid”.

A comentarista política conservadora, também respondeu ao personagem de ficção que a campanha é uma “Lavagem cerebral em crianças que não correm risco de COVID”.

Entretanto, segundo a OPAS (Organização Pan-Americana de Saúde) mesmo que apresentem grande eficácia, nenhuma vacina é 100% efetiva. Os chamados “casos de escape vacinal” ocorrem em pequena parcela de vacinados. Mesmo assim, as vacinas seguem prevenindo casos graves da infecção.

Campanha de vacinação
O uso de personagens infantis e da cultura pop para o incentivo de vacinas não é algo incomum e não é exclusivo das vacinas contra a Covid-19.

Em 1972, nos EUA, o próprio Garibaldo foi protagonista de uma campanha federal, durante a gestão do presidente republicano Richard Nixon, para incentivar a vacinação de estudantes.

Já em 1970, R2D2 e C-3PO protagonizaram um anúncio que perguntava aos “pais da Terra” se eles já haviam imunizado suas crianças.

Ansa

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS