Tempo - Tutiempo.net

No primeiro ano de descriminalização, mulheres uruguaias já fizeram 5 mil abortos

 

Nesta terça-feira (3) faz um ano que o aborto foi descriminalizado no Uruguai. De acordo com estimativas oficiais e estudos da organização Mulher e Saúde do Uruguai (MYSU), cerca de cinco mil abortos foram realizados. Contudo, ainda há “dificuldades” para a interrupção da gravidez, segundo a entidade.

O governo anunciou recentemente que nos primeiros meses de 2014 poderá ser divulgado o “número oficial” de abortos realizados em instituições médicas no primeiro ano de aplicação da lei. No entanto, o vice-ministro de Saúde Pública, Leonel Briozzo, estimou ontem que “se mantém a tendência” do primeiro semestre da nova legislação.

A diretora de MYSU, Lilián Abracinskas, afirmou hoje que os abortos no Uruguai eram 16 mil anuais em 1978 e houve uma “explosão” de até 33 mil em 2003 “em plena crise econômica”.

Se as autoridades estimam que na atualidade são cinco mil os abortos anuais no país “há um incompatibilidade grande com os números históricos e terão que estudar os motivos”, assinalou.

A organização advertiu também sobre um número significativo de abortos que por diferentes razões seguem sendo realizados de forma clandestina.

Fonte: Redação com informações de agências internacionais

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS