Tempo - Tutiempo.net

Noruega, Espanha e Irlanda reconhecem Estado palestino; decisão entrará em vigor em 28 de maio

Estado Palestino

Cada vez mais países reconhecem o Estado da Palestina apesar de esforços do líder israelense Benjamin Netanyahu de tentar associar o gesto ao fortalecimento de um suposto terrorismo internacional.

Nesta quarta-feira (22), a Autoridade Palestina saudou o reconhecimento do Estado palestino pela Noruega, segundo a agência de notícias WAFA.

Após o gesto, Irlanda e Espanha também se manifestaram em favor do reconhecimento da Palestina como Estado.

O premiê espanhol, Pedro Sánchez, declarou que seu governo vai se debruçar sobre a questão e que a decisão deve ocorrer já na próxima semana.

“Na próxima terça-feira [28 de maio], a Espanha aprovará o reconhecimento de um Estado palestino no Conselho de Ministros”, disse Sánchez aos legisladores.

O primeiro-ministro irlandês Simon Harris também manifestou seu compromisso com o gesto, acrescentando que espera que outros países o façam nas próximas semanas, depois de conversar com líderes mundiais, segundo a Reuters.

“Hoje, a Irlanda, a Noruega e a Espanha anunciam que reconhecemos o Estado da Palestina”, disse Harris em uma coletiva de imprensa.

“Antes do anúncio de hoje, falei com vários outros líderes e homólogos e estou confiante de que mais países se juntarão a nós para dar este importante passo nas próximas semanas”, acrescentou.

Segundo o líder irlandês, uma solução de dois Estados era o único caminho credível para a paz e segurança para Israel, a Palestina e os seus povos.

O reconhecimento da Palestina pela Irlanda será formalmente promulgado no dia 28 de maio, disse o ministro das Relações Exteriores, Micheal Martin, em sua conta no X (anteriormente Twitter).

Na última terça-feira (21), Benjamin Netanyahu sugeriu ter planos para uma presença militar de longo prazo na Faixa de Gaza para garantir sua “desmilitarização sustentável” após a derrota do movimento palestino Hamas para “impedir o ressurgimento do terrorismo em um futuro previsível”.

Israel convoca embaixadores para explicações
Os embaixadores de Espanha, Irlanda e Noruega em Israel foram convocados ao Ministério das Relações Exteriores para explicações e receberem um aviso em relação à decisão de reconhecer a Palestina como Estado.

O ministério israelense também convocou seu embaixador na Espanha para consultas.

SPUTNIK

OUTRAS NOTÍCIAS