Rússia diz que não pode mais garantir segurança de voos turcos na Síria

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
© AP Photo / Vadim Ghirda

O Centro Russo de Reconciliação para a Síria afirmou que as forças russas em operação no país não estão mais em condições de garantir a segurança dos aviões turcos em Idlib após o fechamento do espaço aéreo da região pelo governo sírio.

Mais cedo, as Forças Armadas da Síria informaram que iriam tratar qualquer aeronave estrangeira que sobrevoasse o noroeste do país, principalmente a região de Idlib, como um alvo hostil.

“Sob essas circunstâncias, o comando militar russo não pode garantir a segurança dos voos turcos sobre a Síria”, destacou o chefe do Centro Russo de Reconciliação, Oleg Zhuravlev, em declarações à imprensa.

De acordo com a mídia estatal síria, ao menos dois aviões pertencentes às forças sírias foram abatidos pela Turquia sobre Idlib neste domingo. No entanto, o ataque não deixou vítimas, já que os pilotos conseguiram ejetar a tempo.

Em resposta, a defesa antiaérea síria abriu fogo contra drones turcos perto da cidade de Hama, ao sul de Idlib. Mas, até o momento, não é possível afirmar se algum desses veículos aéreos não tripulados teria sido atingido.

Sputnik

OUTRAS NOTÍCIAS