Tempo - Tutiempo.net

Rússia proíbe entrada do presidente dos EUA e de mais 962 americanos

Joe Biden e Vladimir Putin estão em lados opostos na política internacional

 Rússia anunciou no sábado (21) a proibição de 963 norte-americanos, incluindo o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para a entrada no país.

A lista publicada pelo Ministério das Relações Exteriores da Rússia também veta o acesso ao território russo do secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, e do chefe da CIA, William Burns.

O motivo são as sanções do “ocidente” para retaliar a operação militar na Ucrânia.

Além dos americanos, o governo russo decidiu impedir a entrada de 26 cidadãos canadenses. Entre elas, está a esposa do primeiro-ministro Justin Trudeau e comandantes militares seniores.

Desde o início da guerra na Ucrânia, a Rússia já barrou várias autoridades do Japão, incluindo o primeiro-ministro Fumio Kishida, e de mais de 287 deputados britânicos, além do premiê Boris Johnson.

“Em resposta ao fato de que as autoridades canadenses declararam outra série de sanções contra Moscou, que incluíam não apenas representantes da administração estatal, mas também funcionários dos círculos militares e comerciais, bem como seus parentes próximos, a Rússia fecha definitivamente a entrada para a categoria semelhante de representantes canadenses”, diz a chancelaria russa.

Com informações do Sputnik

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS