Super- tufão Hayan mata 1.200 pessoas nas Filipinas

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

 

O super-tufão Haiyan que atingiu as Filipinas na sexta-feira (8) matou cerca de 1.200 pessoas, segundo a Cruz Vermelha no país. O governo, por enquanto, contabilizou apenas 100 vítimas, mas reconheceu a dificuldade de determinar o número preciso de mortes devido aos problemas de comunicação provocados pela tempestade. A secretária-geral da Cruz Vermelha filipina, Gwendolyn Pang, estima que mil pessoas foram mortas em Tacloban e 200 na província de Samar.

De acordo com John Andrews, vice-diretor-geral da Autoridade de Aviação Civil do país, após sobrevoo sobre a cidade de Tacloban, uma das mais atingidas pela tempestade, pelo menos 100 corpos foram avistados nas ruas.

Autoridades disseram que a maioria das casas em Tacloban , uma cidade de cerca de 220 mil pessoas na ilha Leyte, foi destruída com a enchente e os ventos fortes. Redes de telefonia e linhas de energia foram cortadas e as estradas, bloqueadas. A comunicação com a capital Manila é intermitente.

Equipes de socorro estão com dificuldade para chegar a Tacloban já que o aeroporto local foi comprometido, embora voos militares ainda operem.

Fonte: Com informações de agências internacionais

OUTRAS NOTÍCIAS