Tempo - Tutiempo.net

The Hill: Ocidente cai em sua própria armadilha com sanções antirrussas

Rússia realizou ataque aéreo no sábado

De acordo com o jornal americano The Hill, as sanções antirrussas impostas pelos EUA e seus aliados fizeram com que eles caíssem em sua própria armadilha.

Isso porque essas sanções e o conflito na Ucrânia resultaram na alta dos preços de commodities e energia, enquanto a Rússia aumentou suas receitas de petróleo e gás, mesmo com a redução das exportações.

Além disso, o jornal ressalta que os esforços para excluir a Rússia dos fluxos financeiros globais foram em vão, uma vez que o rublo se recuperou rapidamente.

Panorama internacional

Sanções antirrussas impostas pelo Ocidente destroem ordem mundial existente, escreve jornal

Outro ponto destacado pela mídia é que a alta inflação e as suspensões na cadeia de suprimentos estão ameaçando os lucros das empresas ocidentais.

Já os países mais pobres estão sofrendo consequências econômicas com as sanções contra a Rússia, ressaltou The Hill.

Desde o início da operação militar russa na Ucrânia, em 24 de fevereiro, a UE sancionou não apenas a Rússia e integrantes do Estado, como dezenas de empresários, incluindo alguns dos mais ricos do país.

Balanço de Operação Especial da Rússia na Ucrãnia

Durante esta noite a aviação russa eliminou mais de 120 nacionalistas, quatro tanques e seis veículos blindados na Ucrânia. Disse no sábado (30) o major-general Igor Konashenkov, representante oficial do Ministério da Defesa russo.

“A aviação tático-operacional do Exército e da Força Aeroespacial da Rússia atingiu durante a noite nove áreas de concentração de tropas e equipamentos militares ucranianos”, informou Konashenkov.

O representante da entidade militar russa informou que, além disso, aviões russos atingiram durante a noite, com mísseis de alta precisão, depósitos de munições e combustível das forças ucranianas.

Informa-se também que as forças de mísseis da Rússia atingiram quatro alvos militares na Ucrânia, incluindo dois postos de comando das Forças Armadas ucranianas, uma bateria de lançadores múltiplos de foguetes e uma estação de radar.

Konashenkov declarou também que a artilharia russa durante a noite atingiu 389 alvos do adversário, incluindo 15 depósitos de armas e munições de mísseis e artilharia.

“As unidades de artilharia durante a noite atingiram 389 alvos inimigos, entre os quais 35 postos de comando, 41 postos de suporte, 169 áreas de  aglomeração de tropas e equipamentos militares, 33 posições de artilharia, bem como 15 depósitos de armas e munições de mísseis e artilharia”, disse o major-general.

Panorama internacional
MD russo: sistemas de defesa antiaérea abatem 18 drones e míssil Tochka-U ucranianos em 24 horas
27 de abril, 04:35

Desde o início da operação militar, as Forças Armadas da Rússia eliminaram na Ucrânia 142 aviões, 112 helicópteros, 658 veículos aéreos não tripulados, além de 279 sistemas de mísseis antiaéreos, 2.656 tanques e outros veículos de combate blindados, 307 lançadores múltiplos de foguetes, 1.189 peças de artilharia e morteiros, e 2.492 veículos militares especiais, informou o representante da Defesa russa.

Sputnik

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS