Tempo - Tutiempo.net

Deputado Robinson Almeida: Bolsonaro miserabiliza trabalhadores com reajustes e inflação

Deputado Robson Almeida e Zé Neto

Com a previsão em reajuste de 21,04% na conta de luz, para o início de 2022, o deputado estadual e engenheiro eletricista. Robinson Almeida (PT), fez severas críticas  ao presidente Jair Bolsonaro.

O aumento também foi  autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e divulgado na última sexta-feira (12).

O parlamentar baiano que também representa o município de Feira de Santana, voltou a  condenar a privatização da matriz energética brasileira.

Citando a Eletrobrás e as Refinarias, como a Landulfo Alves na Bahia, além de acusar Bolsonaro de impor ao povo brasileiro uma agenda econômica que trouxe a inflação e a fome de volta para o Brasil.

Em sua crítica afirmou:

“Nosso povo já não aguenta mais tantos aumentos. A gasolina já sofreu 11 reajustes apenas esse ano, com litro a quase R$ 7, passando de R$ 8 em alguns locais, o gás de cozinha já custa R$ 100, a conta de energia terá esse injustificável e inadmissível reajuste de 22%.

Todos esses aumentos refletem nos preços dos alimentos, na cesta básica, tornando esses produtos de primeira necessidade alimentar mais caro e penalizando sobretudo a população mais pobre. O Brasil precisa reagir a essa agenda econômica  neoliberal de Bolsonaro que deixou tudo caro, trouxe a fome, a inflação e aumentou a desigualdade em nosso país”.

Com o reajustes, Robinson Almeida constatou que  Bolsonaro “toma de volta o auxílio emergencial da população mais pobre depois de destruir a política de proteção social no Brasil criada no governo Lula”.

Bolsonaro já destruiu a política de proteção social brasileira, acabou com o Bolsa Família e está tomanndo de volta o auxílio emergencial. É o pior governo que o Brasil está enfreentando.

cljornal

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS